segunda-feira, 4 de novembro de 2019

estribilho |: a propósito de tudo :| , de marcos freitas

"Sempre imaginei que ler poesia é semelhante a ouvir algum som, ruído, voz.
Pode ser um rife de guitarra, uma escala de piano, um copo quebrando, uma sirene, uma buzina, alguém gritando de alegria, de gozo, ou de desespero.
Quando li essa reunião dos poemas de Marcos Freitas, ouvi folhas secas. Melhor, me ouvi pisando em folhas secas, aquelas que ficam dias e dias no quintal por nosso relaxamento e preguiça.
E aí descobri que ler poesia não é só áudio, é também imagem.
Tudo porque me vi, além de me escutar, pisando as folhas no quintal quando li os poemas de Marcos Freitas."
Prefácio: André Giusti


Product details

  • File Size: 1814 KB
  • Print Length: 151 pages
  • Publication Date: October 31, 2019
  • Sold by: Amazon Digital Services LLC
  • Language: Portuguese
  • ASIN: B07ZVSF8DV
versão digital Kindle:
https://www.amazon.com/gp/product/B07ZVSF8DV

versão impressa (paperback - brochura):
https://www.amazon.com/gp/product/1704507758

terça-feira, 15 de outubro de 2019

O Adormecer das Palavras e Outros Poemas: LES MOTS QUI S’ENDORMENT ET AUTRES POÈMES / EL ADORMECER DE LAS PALABRAS Y OTROS POEMAS


 
Marcos Freitas apresenta um belo livro de poesia intitulado: O adormecer das palavras e outros poemas em uma edição trilíngue português-francês-espanhol. Os vinte e cinco poemas concebidos em língua portuguesa foram traduzidos para o espanhol e para o francês pelos tradutores Carlos Saiz e Oleg Almeida, respectivamente. No total, o leitor lerá setenta e cinco poemas, que compõem uma sinfonia ímpar, pois ela leva-o por um passeio em três línguas, cada uma delas com suas especificidades, belezas e encantamentos. Ao leitor, caberá ler as versões que ele conhece, e observar as que ele desconhece em um intuito de descoberta. Essas três combinações poéticas abrem possibilidade para uma leitura construída a partir de composições variadas e diferenciadas, que abrem espaço para o leque das interpretações possíveis. Assim, agregar à língua inicial os poemas em outras línguas torna a leitura mais complexa, prerrogativa trazida pela tradução, pois temos três livros em um. Cada uma das línguas abre possibilidades infinitas de composição do livro, agregando públicos diferenciados. Do ponto de vista editorial, a decisão de iniciar a leitura com o poema em português, seguido de sua tradução em francês e, em seguida para o espanhol, convida o leitor a adentrar em uma musicalidade múltipla que tem a ver com uma leitura íntima e estranha proporcionada pela linguagem. Nesse caso, o poema se torna outro sendo não mais o mesmo, no âmbito de um re-conhecimento linguístico impossível de ser dito, mas que é construído pelas leituras diferenciadas que se oferecem a nós. Caminha-se, por conseguinte, por entre pontes desafiadoras que transformam o poema em algo difícil de nomear, mas que ali está, bem debaixo de nossos olhos. É a estranheza proporcionada pela tradução. Prefácio de Ana Rossi. Brasília, 16 de setembro de 2019.

Product details

  • Paperback: 93 pages
  • Publisher: Independently published (October 8, 2019)
  • Language: Portuguese
  • ISBN-10: 1698487576
  • ISBN-13: 978-1698487571
  • Product Dimensions: 6 x 0.2 x 9 inches
  • Shipping Weight: 6.9 ounces

versão digital Kindle:
 https://www.amazon.com/gp/product/B07YVHPCPN/

versão impressa (brochura - paperback):
 https://www.amazon.com/gp/product/1698487576/

A Solidão no Programa do Jô, de Edmílson Caminha


quarta-feira, 11 de setembro de 2019

mais que carvão de barbatimão, de marcos freitas

mais que carvão de barbatimão: Poemas Seleccionados - Selected Poems (2003-2007) - Edição trilíngue: português – espanhol - inglês

Lo que más impacta en la poesía de Marcos Freitas es la armonía y sensibilidad con las que entrelaza asuntos cotidianos con pasiones, manteniendo el tono de inocencia y humor, y consiguiendo ser ligero y profundo al mismo tiempo. (...) Así como el agua el poeta se desliza con elegancia y fuerza por la vida y las relaciones, por entre los valles de la tristeza y las alegrías infantiles, entre el fuego del erotismo y las normas de la sociedad. Hay también una mirada crítica. (...) A pesar de los accidentes del camino, como el agua su escritura es certera, reflejo de ese movimiento interior, calmado y compensado, de equilibrista.

Como en muchas de las vanguardias poéticas, consta en él la preocupación sobre la forma como continente insuficiente. El poeta es consciente de las limitaciones de la palabra y de sus batallas de frontera con el silencio: se pudiese comprender / el poder de la palabra, / del habla, / hasta cuando ésta / al fin se calla.
Alicia Silvestre. Poeta, profesora universitaria y traductora.

What strikes most in the poetry of Marcos Freitas is the harmony and sensitivity with which he interweaves everyday affairs with passions, maintaining the tone of innocence and humor, and managing to be light and profound at the same time. (...) Like water, the poet slides with elegance and strength through life and relationships, between the valleys of sadness and childish joys, between the fire of eroticism and the norms of society. There is also a critical eye. (...) Despite the accidents of the way, like water, his writing is accurate, reflecting this inner movement, calm and compensated, as an equilibrist.

As in many of the poetic vanguards, there is a concern about how the continent is insufficient. The poet is aware of the limitations of the word and of his frontier battles with silence: if i could i understand / the power of the word, / of speech, / even when this is / finally, quiet.
Alicia Silvestre. Poet, university professor and translator.

edição digital (Kindle):
https://www.amazon.com.br/mais-que-carv%C3%A3o-barbatim%C3%A3o-Seleccionados-ebook/dp/B07XC2R21J

edição impressa (brochura - paperback):
https://www.amazon.com/gp/product/1690992964/

Product details

  • Paperback: 95 pages
  • Publisher: Independently published (September 4, 2019)
  • Language: Portuguese
  • ISBN-10: 1690992964
  • ISBN-13: 978-1690992967
  • Product Dimensions: 6 x 0.2 x 9 inches

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Seminário Os Caminhos da Literatura no DF


Mexidão Poético 3: a poética brasiliense no Mexidão Cultural do Verde


Neste 3 de agosto de 2019, realiza-se o 8º Mexidão Cultural do Condomínio Verde. Pelo terceiro ano consecutivo será um evento Carbono Zero, ou seja, as emissões de carbono devido ao evento, serão neutralizadas com a plantação de novas árvores do cerrado. O Mexidão Cultural é uma ação coletiva de um grupo de moradores, compreendendo atividades culturais, ambientais e gastronômicas. Mais uma vez haverá apresentação de teatro e dança, gastronomia, a já tradicional Roda de Samba e Choro, muita música com 13 grupos e bandas do próprio condomínio e um Sarau Poético, com a participação de 40 poetas de praticamente todo o Distrito Federal.Compõem esta Antologia, poetas do Jardim Botânico, Plano Piloto, Guará, Planaltina, Taguatinga e outras Brasílias. Portanto, a poesia brasiliense em suas diversas facetas e diversidade. Poetas renomados internacionalmente, a exemplo de Antonio Miranda, diretor da Biblioteca Nacional de Brasília, organizador da primeira Bienal Internacional de Poesia - BIP, realizada de 3 a 7 de setembro de 2008, em Brasília. Representantes de diversos coletivos de poetas do Distrito Federal estarão também presentes. Prefácio: Marcos Freitas.
Poetas participantes: Adão Paulo Oliveira, Adeilton Lima, Alexandre Marino, Ana Rossi, André Giusti, Angélica Torres Lima, Antonio Miranda, Cillas Amaral, Dina Brandão, Donne Pitalurgh, Edmilson Figueiredo, Eliane de Sá, Flora Benittez, Ismar Lemes, Izabela Brochado, João Bosco Bezerra Bonfim, Jorge Amâncio, José Garcia Caianno, José Roberto da Silva, Luis Turiba, Luiz Felipe Vitelli, Marcos Fabrício, Marcos Freitas,Maria Lúcia Verdi, Menezes y Morais, Murilo Komniski, Nanda Barreto, Nicolas Behr, Noélia Ribeiro, Nonato Veras, Osmar Coelho, Reginaldo Gontijo, Roberto Medina, Rossini Neto, Salomão Sousa, Sóter, Vanderlei Costa, Vicente Sá, Wélcio de Toledo, Yonaré Flávio.

Versão impressa (paperback):

  • Paperback: 187 pages
  • Publisher: Independently published (July 23, 2019)
  • Language: Portuguese
  • ISBN-10: 1082179221
  • ISBN-13: 978-1082179228
  • Product Dimensions: 6 x 0.5 x 9 inches 
https://www.amazon.com/gp/product/1082179221/ref=dbs_a_def_rwt_hsch_vapi_taft_p3_i4


Versão digital (Kindle):
 
 

sexta-feira, 31 de maio de 2019

terça-feira, 21 de maio de 2019

quinta-feira, 21 de março de 2019

LES AUTOMNES - ОСЕНЬ - OS OUTONOS







Les automnes
ont marqué à jamais mon cœur
d’un coloris sans égal.

Les automnes
ont bercé à jamais mon âme
de leur mélodie douce et suave.

Les automnes
ont rempli à jamais mon esprit
de magie et de joie.

Les automnes
sont restés à jamais dans ma poésie.




Осень
окрасила навсегда моё сердце
неподражаемым колоритом.

Осень
озвучила навсегда мои чувства
нежнейшей мелодией.

Осень
исполнила навсегда мою душу
магией и весельем.

Осень
осталась навеки в моей поэзии.
 

https://www.amazon.com.br/Lavoura-gal%C3%A1xias-outros-%D0%92%D1%81%D0%BF%D0%B0%D1%88%D0%BA%D0%B0-%D0%B3%D0%B0%D0%BB%D0%B0%D0%BA%D1%82%D0%B8%D0%BA-ebook/dp/B07DSJSF4F/


OS OUTONOS

os outonos
pintaram para sempre meu coração
de um colorido sem igual

os outonos
embalaram para sempre meus sentimentos
de uma suave e doce melodia

os outonos
desenharam para sempre em minha mente
magia e alegria

os outonos
ficaram para sempre em minha poesia

marcos freitas.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

New Brazilian Poems, edited by Abhay K.

“‘Yes, these are new times.’ says Mariana Ianelli in one of the poems in this new anthology of Brazilian poetry translated into English. This book fills a gap that has lasted more than a generation, and its numerous and diverse voices sing a multiple Brazil – urban, rural, European, African, American – at a crucial point in the history of this vibrant and imaginative nation.” – Nicholas Birns, New York University

“Continuing the work of Elizabeth Bishop, Abhay K,’s bilingual anthology provides a broad sampling of poets, themes, and styles. What is especially significant is the collection’s geographic range, which introduces writers from all corners of Brazil.” – Darlene J. Sadlier, Indiana University

Translator and Editor | Tradução e Seleção

Abhay K. is the author of eight poetry collections including The Eight-eyed Lord of Kathmandu and The Prophecy of Brasilia. He is also the Editor of CAPITALS – 100 Great Indian Poems and 100 More Great Indian Poems. His poems have appeared over sixty literary journals including Poetry Salzburg Review and Asia Literary Review. His poem-song ‘Earth Anthem’ has been translated into over 30 global languages. He was recently invited to record his poems at the Library of Congress, Washington D.C.

Abhay K. é autor de oito livros de poesia, incluindo O Senhor dos Oito Olhos de Katmandu e A Profecia de Brasília. Também é o editor de CAPITALS – 100 Grandes Poemas da Índia e Mais 100 Grandes Poemas da Índia. Seus poemas já foram publicados em mais de 60 revistas literárias, incluindo Poetry Salzburg Review e Asia Literary Review. Seu poema “Earth Anthem” foi traduzido para mais de 30 idiomas em todo o mundo. Recentemente, foi convidado para gravar seus poemas na Biblioteca do Congresso, em Washington D.C.

ISBN 978-85-7823-326-6
NEW BRAZILIAN POEMS
A Bilingual Anthology after Elizabeth Bishop
Antologia bilíngue de 60 poetas brasileiros
Tradução de Abhay K.
16x23
brochura
120 p.
R$ 40,00 em pré-venda (in pre-sale)


Lançamento previsto para janeiro 2019.
Release previewed for January 2019.

Lista dos poetas traduzidos

1. Adélia Prado
2. Adeilton Lima
3. Adriana Lisboa
4. Adriano Espínola
5. Affonso Romano de Sant’Anna
6. Amneres Santiago Pereira Maurício
7. Ana Maria Agra
8. Ana Martins Marques
9. Anderson Braga Horta
10. Ana Paula Arendt
11. Antônio Miranda
12. Antônio Risério
13. Astrid Cabral
14. Carla Andrade
15. César Garcia Lima
16. Climério Ferreira
17. Cristiane Sobral
18. Cyro de Mattos
19. Deborah Brennand
20. Denise Emmer
21. Edson Cruz
22. Eunice Arruda
23. Everardo Norões
24. Francisco Alvim
25. Gilberto Mendonça Teles
26. Gisele Wolkoff
27. João Carlos Taveira
28. Jorge Amâncio
29. José Carlos Vieira
30. José Eduardo Degrazia
31. José Santiago Naud
32. Juliana Motter
33. Júlio Castañon Guimarães
34. Kori Bolivia
35. Luis Turiba
36. Luiza Mussnich
37. Márcio Catunda
38. Marco Lucchesi
39. Marcos Fabrício Lopes da Silva
40. Marcos Freitas
41. Margarida Patriota
42. Mariana Ianelli
43. Myriam Fraga
44. Murilo Vieira Komniski
45. Nicolas Behr
46. Noélia Ribeiro
47. Olga Savary
48. Paulo Leminski
49. Raul de Taunay
50. Régis Bonvicino
51. Renata Pallottini
52. Roberto Medina
53. Roberval Pereyr
54. Ronaldo Costa Fernandes
55. Ruy Espinheira Filho
56. Sandra Tavares
57. Thereza Christina Rocque da Motta
58. Thiago de Mello
59. Virna Teixeira
60. Wellington Müller Bujokas

 
Links
Translate