segunda-feira, 4 de novembro de 2019

estribilho |: a propósito de tudo :| , de marcos freitas

"Sempre imaginei que ler poesia é semelhante a ouvir algum som, ruído, voz.
Pode ser um rife de guitarra, uma escala de piano, um copo quebrando, uma sirene, uma buzina, alguém gritando de alegria, de gozo, ou de desespero.
Quando li essa reunião dos poemas de Marcos Freitas, ouvi folhas secas. Melhor, me ouvi pisando em folhas secas, aquelas que ficam dias e dias no quintal por nosso relaxamento e preguiça.
E aí descobri que ler poesia não é só áudio, é também imagem.
Tudo porque me vi, além de me escutar, pisando as folhas no quintal quando li os poemas de Marcos Freitas."
Prefácio: André Giusti


Product details

  • File Size: 1814 KB
  • Print Length: 151 pages
  • Publication Date: October 31, 2019
  • Sold by: Amazon Digital Services LLC
  • Language: Portuguese
  • ASIN: B07ZVSF8DV
versão digital Kindle:
https://www.amazon.com/gp/product/B07ZVSF8DV

versão impressa (paperback - brochura):
https://www.amazon.com/gp/product/1704507758

terça-feira, 15 de outubro de 2019

O Adormecer das Palavras e Outros Poemas: LES MOTS QUI S’ENDORMENT ET AUTRES POÈMES / EL ADORMECER DE LAS PALABRAS Y OTROS POEMAS


 
Marcos Freitas apresenta um belo livro de poesia intitulado: O adormecer das palavras e outros poemas em uma edição trilíngue português-francês-espanhol. Os vinte e cinco poemas concebidos em língua portuguesa foram traduzidos para o espanhol e para o francês pelos tradutores Carlos Saiz e Oleg Almeida, respectivamente. No total, o leitor lerá setenta e cinco poemas, que compõem uma sinfonia ímpar, pois ela leva-o por um passeio em três línguas, cada uma delas com suas especificidades, belezas e encantamentos. Ao leitor, caberá ler as versões que ele conhece, e observar as que ele desconhece em um intuito de descoberta. Essas três combinações poéticas abrem possibilidade para uma leitura construída a partir de composições variadas e diferenciadas, que abrem espaço para o leque das interpretações possíveis. Assim, agregar à língua inicial os poemas em outras línguas torna a leitura mais complexa, prerrogativa trazida pela tradução, pois temos três livros em um. Cada uma das línguas abre possibilidades infinitas de composição do livro, agregando públicos diferenciados. Do ponto de vista editorial, a decisão de iniciar a leitura com o poema em português, seguido de sua tradução em francês e, em seguida para o espanhol, convida o leitor a adentrar em uma musicalidade múltipla que tem a ver com uma leitura íntima e estranha proporcionada pela linguagem. Nesse caso, o poema se torna outro sendo não mais o mesmo, no âmbito de um re-conhecimento linguístico impossível de ser dito, mas que é construído pelas leituras diferenciadas que se oferecem a nós. Caminha-se, por conseguinte, por entre pontes desafiadoras que transformam o poema em algo difícil de nomear, mas que ali está, bem debaixo de nossos olhos. É a estranheza proporcionada pela tradução. Prefácio de Ana Rossi. Brasília, 16 de setembro de 2019.

Product details

  • Paperback: 93 pages
  • Publisher: Independently published (October 8, 2019)
  • Language: Portuguese
  • ISBN-10: 1698487576
  • ISBN-13: 978-1698487571
  • Product Dimensions: 6 x 0.2 x 9 inches
  • Shipping Weight: 6.9 ounces

versão digital Kindle:
 https://www.amazon.com/gp/product/B07YVHPCPN/

versão impressa (brochura - paperback):
 https://www.amazon.com/gp/product/1698487576/

A Solidão no Programa do Jô, de Edmílson Caminha


 
Links
Translate